AMOR PRÓPRIO #5

by - dezembro 28, 2017


Depois do natal surge a nostalgia. Das reuniões familiares, da comida à mesa, das gargalhadas, dos dias sem trabalhar. Para além disso, por vezes, surge o sentimento de culpa. De teres comido aqueles chocolates a mais ou as fritas da mãe que estavam deliciosas. Hoje venho falar-te disso mesmo. Estamos a menos de uma semana de entrar em 2018 e todos sabemos que esta época do ano é de excessos, muitos ou poucos, todos cometemos. No entanto, acho que não nos devemos culpar ou sentir mal por aquilo que comemos ou por aquilo que não fizemos (por exemplo a caminhada habitual). Dias não são dias e devemos aceitar tudo aquilo que aconteceu, e nunca, mas mesmo nunca julgar as nossas ações, isto é, não é por teres exagerado nos refrigerantes ou nos chocolates que já não vais conseguir perder aquele quilozito a mais ou estragaste a dieta toda! Nem pensar! Mais dias virão para fazeres opções mais saudáveis para ti e para o teu corpo.  Lembra-te ainda de fazer tudo por amor. Não queiras emagrecer ou engordar por causa do que os outros pensam ou seguir uma alimentação saudável porque está na moda. Fá-lo por ti. Por amor a ti e ao teu corpo. Só assim te irás sentir verdadeiramente bem e conseguirás levar o desafio avante!
Estes conselhos tanto servem para alimentação como para qualquer outra coisa na vida.
É importante que nunca te condenes por nada do que tenhas feito, nem julgues os teus atos. Isso vai-te causar sofrimento. Aceita as coisas. Compreende as tuas ações e as razões pelas quais as fizeste, seja comer uma caixa de chocolates ou falar mal para uma pessoa. Não interessa. O importante é reconheceres o bom e o menos bom e então melhorar o que queres e podes. Aceita-te tal como és, sem medos, nem vergonhas. Somos perfeitos com as nossas imperfeições, e são essas que temos de valorizar pois fazem de nós únicos.
E ama. Ama muito tudo o que fazes. Tudo o que és. Tudo o que te rodeia. 
Um feliz 2018 Margheritas!

You May Also Like

10 comentários

  1. Estou quase a chorar com a simplicidade e verdade deste texto. Infelizmente, estes pensamentos são mais fáceis de ocorrer do que seria de esperar e assaltam-nos com uma força quase imbatível, mas, é muito bonita a forma como incentivas ao contrário. Obrigada por tranquilizares o meu coração e a minha mente, acredita que ler isto me fez muito bem!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que em algumas situações deveremos sim, parar para pensar acerca das nossas ações e o porquê de arcarmos com determinadas consequências - só nos faz crescer :)
    Mas compreendi exatamente aquilo que queres dizer e subscrevo inteiramente. A mudar, temos que mudar por nós próprios, quando nos sentirmos mais confortáveis e estivermos preparados para aceitar essa mudança :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Muitas pessoas deveriam ler esta tua mensagem! É isto mesmo!! Parabéns pelo texto ♡

    ResponderEliminar
  4. Um post recheado de bons conselhos :). Eu concordo com tudo o que tu dizes. Dias não são dias, temos muito tempo para recuperar dos excessos cometidos nesta época.
    Já sofri muito com o que os outros diziam, mas agora faço tudo por amor próprio :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  5. eu cá odeio o ano novo :/ mas gostei do texto e concordo com tudo o que disseste, não adianta nada mudar algo na nossa vida se o nosso objetivo for simplesmente agradar aos outros, caso contrário, quando essa motivação por algum motivo desaparecer deixamos logo de lado as nossas intenções :p
    beijinhos :) https://ratsonthemoon.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. um feliz ano novo
    a vida deixou de ser só sobre "beba com moderação" mas também "coma com moderação" não é mesmo?
    e as mães mimam nos com tantos chocolates meu deus eheheheh

    beijoca

    ResponderEliminar
  7. Opah mesmo! O nosso valor e amor que temos por nós é muito muito importante! Gostei muito!

    ResponderEliminar
  8. Ótimos conselhos querida.
    Feliz 2018, beijinho :)

    ResponderEliminar